João Malaca Casteleiro

João Malaca Casteleiro é Membro da Academia das Ciências de Lisboa desde 1979, Conselheiro Científico do Instituto Nacional de Investigação Científica (INIC), durante cerca de 12 anos, Presidente do Departamento de Língua e Cultura Portuguesa da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, ao longo de mais de 20 anos, Presidente do Conselho Científico da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, durante 3 anos, e Presidente do Instituto de Lexicologia e Lexicografia da Língua Portuguesa da Academia das Ciências de Lisboa, de 1991 a 2008. Diretor do CAPLE (Centro de Avaliação de Português Língua Estrangeira), desde a sua criação em 1999, da qual foi o principal promotor, até 2009, Centro que é membro da ALTE (Association of Language Testers in Europe), cuja sede se encontra na Universidade de Cambridge. Atualmente é Investigador do CLEPUL (Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas e Europeias da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa), integrando-se no Grupo 3: Multiculturalismo e Lusofonia de Política de Língua e Lusofonia.

Responsável por vários Projetos de Investigação nacionais de grande relevância, de entre os quais se salientam os seguintes: a) no Centro de Linguística da Universidade de Lisboa: Português Fundamental, Estruturas Léxico-Gramaticais do Português Contemporâneo, Dicionário Eletrónico do Português; b) na Academia das Ciências de Lisboa:  Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa, versão portuguesa  do Dicionário HOUAISS da Língua Portuguesa, tendo por base a edição brasileira; c) na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa: Nível Limiar do Português, com apoio do Conselho da Europa e do ICALP (Instituto de Cultura e Língua Portuguesa), Dicionário Gramatical de Verbos Portugueses, coleção Aprender Português 1, 2 e 3, Gramática Aplicada 1 e 2, para o ensino do português como língua estrangeira e em conformidade com o Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas (QUECR); d) no Instituto Politécnico de Macau: Português Global 1, 2 e 3, para o ensino da língua portuguesa a chineses, com adaptação do QECR (projeto em curso). Coordenador, conjuntamente com mais duas colegas, do Dicionário da Língua Portuguesa Medieval, em curso de elaboração no Centro de Linguística da Universidade Nova de Lisboa. Participou em vários projetos europeus, com colegas de outras universidades, nomeadamente no Projeto DUEFEL (Diploma Universitário Europeu de Formação para o Ensino-Aprendizagem de Línguas), que decorreu de 1990 a 1993, coordenado pelo Professor Raymond Renard, da Universidade de Mons-Hainault (Bélgica); Projetos ARIADNA I e II (Programa ID), que decorreram de 1994 a 1998, sob a coordenação do Professor Manuel Tost Planet, da Universidade Autónoma de Barcelona, e que visavam a formação de professores de línguas não-maternas; Projetos MINERVA I e II (Programa SÓCRATES e JEUNESSE-LINGUA D), que decorreram de 1999 a 2003, também coordenados pelo Professor Manuel Tost Planet e que visavam a continuação dos objetivos dos dois anteriores.

Representante da Academia das Ciências de Lisboa na reunião para o Acordo Ortográfico, realizada na Academia Brasileira de Letras, no Rio de Janeiro, em maio de 1986, com a participação de delegados dos sete países de Língua Portuguesa. Malogrado este primeiro acordo, foi o principal responsável da Academia das Ciências de Lisboa na elaboração do Novo Acordo Ortográfico de 1990 (e respetiva Nota Explicativa), aprovado em outubro e dezembro desse ano em reuniões havidas em Lisboa, com a participação de representantes dos sete países lusófonos de então, acordo esse que finalmente entrou em vigor.
  
Professor Catedrático da Universidade de Lisboa ao longo de 25 anos, tendo lecionado na sua Faculdade de Letras durante 37 anos, da qual se jubilou em 2006, aos 70 anos. Professor Catedrático Visitante da Universidade de Macau durante cerca de 20 anos. Professor Catedrático Convidado das seguintes universidades: Universidade dos Açores (durante 13 anos), Universidade de Coimbra (durante três semestres) Universidade da Madeira (durante 8 anos), Universidade da Beira Interior (durante 10 anos). Especialista Convidado de Avaliação Pedagógica do Instituto Politécnico de Macau, desde 2001. Assessor do Centro de Estudos de Línguas e Culturas de Macau, desde 2009. Membro do Conselho Consultivo da Universidade de Macau, desde 2011. Professor da Escola Superior de Educação João de Deus, em Lisboa, desde 2008. Orientador de 25 teses de Doutoramento e de 55 teses de Mestrado, nas Universidades atrás mencionadas e noutras.

Proferiu conferências em várias universidades e outras instituições estrangeiras, nomeadamente nas Universidades Federal e Estadual do Rio de Janeiro, na Universidade Federal de Campinas, na Universidade Federal de Brasília, na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, na Universidade Federal de Santa Catarina, nas Universidades de Toronto e de York, na Universidade de Massachusetts, no Rhode Island College, em Providence, na Universidade de Colónia, na Universidade de Santiago de Compostela, na Universidade Pedagógica de Maputo, na Universidade Piaget de Luanda, na Universidade de Línguas Estrangeiras de Pequim, na Universidade de Macau, no Instituto Politécnico de Macau, na Academia Brasileira de Letras, do Rio de Janeiro, na Academia de Letras de Brasília, na Academia Francesa, na Real Academia Galega, na Corunha, na Academia Galega da Língua Portuguesa, em Santiago de Compostela.

É Autor e Coautor de uma vasta bibliografia nas áreas da Sintaxe e do Léxico da Língua Portuguesa e ainda no domínio do Ensino do Português como Língua Estrangeira.

Foi galardoado com o Grande Prémio Internacional de Linguística Lindley Cintra, da Sociedade de Língua Portuguesa, em 1981, pela obra Sintaxe Transformacional do Adjetivo, publicada pelo INIC nesse mesmo ano e que constituiu a sua tese de doutoramento. Foi ainda agraciado pelo Governo Francês com o Grau de Cavaleiro da Ordem das Palmas Académicas em 1986, agraciado pelo Presidente da República Portuguesa com o Grau de Grande Oficial da Ordem do Infante D. Henrique em 2001 e distinguido com o Grau de Doutor Honoris Causa em Letras pela Universidade de Macau em 2004.