Vania Pinheiro Chaves

Vania Chaves, carioca, é licenciada em Português-Literaturas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro em 1969. Em 1970, lecionou Teoria da Literatura, Literatura Portuguesa e Literatura Hispano-Americana na Faculdade de Letras da UFRJ e na PUC-RJ. Entre 1971 e 1973, foi professora da UnB, de onde veio para Lisboa com uma bolsa de estudos, a fim de preparar uma tese de doutoramento sobre o Neo-Realismo Português. A Ditadura Militar brasileira, o 25 de Abril e o casamento levaram-na a permanecer em Portugal, tendo entrado, em 1974, para a Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, onde ficou ligada à área de Estudos Brasileiros. Na condição de Professora Associada, aposentou-se em 2011.

Na Universidade de Lisboa, fez o Mestrado e o Doutoramento, centrados na obra poética de José Basílio da Gama. Esses estudos foram publicados pela editora da UNICAMP, com os seguintes títulos: O Uraguai e a Fundação da Literatura Brasileira (1997) e O Despertar do Gênio Brasileiro (2000). O ensino de disciplinas que abarcam o amplo espectro da Literatura e da Cultura Brasileiras não lhe permitiu fixar-se num autor, período ou aspeto em particular, o que se evidencia no conjunto de suas publicações e comunicações, sobre matérias diversificadas. Atualmente coordena o Grupo de Investigação 6 do CLEPUL (Brasil-Portugal. Cultura, Literatura e Memória), onde trabalha em parceria com investigadores de várias Universidades brasileiras. Desde 2008, partilha com a Professora Doutora Maria Eunice Moreira a edição da revista Navegações (Porto Alegre, PUCRS).