Edição Crítica da Lira Sacra de Manuel Botelho de Oliveira

Manoel Botelho de Oliveira, Lira Sacra, Edição crítica, introdução e comentários de Enrique Rodrigues-Moura. 


Este projeto visa reeditar o conjunto de poemas de temática religiosa escritos por Manoel Botelho de Oliveira (Salvador da Bahia, 1636-1711). Estes textos não editados em vida pelo poeta são até agora conhecidos através de duas publicações: a edição paleográfica de Heitor Martins, datada de 1971 e há muito esgotada, feita com base num manuscrito conservado na Biblioteca Pública de Évora, e a edição modernizada de Adma Muhana, lançada em 2005, que, partindo da primeira mas tendo como intuito divulgar a obra de Botelho de Oliveira, atualiza a ortografia dos poemas, não apresentando, contudo, novidades no contexto da crítica textual. O projeto em curso no CLEPUL assenta no estudo comparado do manuscrito de Évora com outro pertencente à Biblioteca Nacional de Portugal, de forma a estabelecer um texto crítico confiável. O volume a publicar inclui também uma introdução que apresenta, comenta e interpreta o valor da poesia religiosa de Botelho de Oliveira, no contexto da poesia barroca luso-brasileira e ibérica.