Joana Freire de Andrade Marques de Almeida

Joana Marques de Almeida concluiu o Mestrado em Literatura Portuguesa Moderna e Contemporânea, em 2004, na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, com uma tese, já publicada, sobre os três primeiros romances de Fernanda Botelho: A Figura Feminina em Fernanda Botelho (2005). É, atualmente, bolseira da FCT, encontrando-se a elaborar, na mesma universidade, a sua tese de Doutoramento, onde, partindo do estudo de seis romances de autoria feminina publicados nas imediações dos anos 50 do século passado, analisa as relações que se estabelecem entre as respetivas protagonistas e os vários tipos de casas por elas habitadas. Neste âmbito, e no intuito de dar nova voz a autoras cujo nome caiu no esquecimento, tem participado em numerosos encontros científicos, entre os quais a “VII Conferência Internacional de Culturas Ibéricas e Eslavas em Contato e Comparação - Interfaces within gender studies”, o “Colóquio Internacional Revisitar o Mito”, e o “Colóquio Maria Judite de Carvalho: Palavras, Tempo, Paisagens. Nos 50 Anos de As Palavras Poupadas”, onde abordou, respetivamente, a obra de Ilse Losa, Natália Nunes e Maria Judite de Carvalho.