Modernismo tardio. Os romances de José Cardoso Pires, Fernanda Botelho e Augusto Abelaira

Autoria: Marcelo G. Oliveira
Título: Modernismo tardio. Os romances de José Cardoso Pires, Fernanda Botelho e Augusto Abelaira
Local: Lisboa
Edição: Edições Colibri
Data: 2012
ISBN: 978-989-689-221-0










“Partindo das observações dos ensaístas acima mencionados acerca da viragem ocorrida no romance português a partir dos anos 50, o presente estudo centrou-se na análise do percurso romanesco de três autores – José Cardoso Pires, Fernanda Botelho e Augusto Abelaira – de modo a demonstrar que a ficção produzida em Portugal por escritores cuja obra começa a surgir (ou a se afirmar definitivamente) na década de 50 do século passado revela a configuração temporal básica do modernismo e característcas formais dela decorrentes, distinguindo-se quer da tradição ficcional anterior quer das tendências pós-modernas que despontam no último quartel do século – assim instituindo, graças à quantidade e qualidade das obras e autores em apreço, um período especifico na história da literatura portuguesa do século XX, um período que denominaria de Modernismo Tardio.” (Introdução)