Retórica e Carnavalização: Nélida Piñon e Maria Velho da Costa

Autoria: Beatriz Weigert
TítuloRetórica e Carnavalização: Nélida Piñon e Maria Velho da Costa
Local: Lisboa
Edição: CLEPUL
Data: 2009
ISBN: 978-989-96443-0-4










Os romances de Nélida Piñon, A Força do Destino, e de Maria Velho Costa, Missa in Albis, sugerem a repetição da retórica reguladora de valores. A reescrita, no entanto, simbolicamente, compõe o ritmo carnavalesco de coroação/destronamento de signos culturais enraizados. É ato de respeito, ao selecionar o texto de recreação/recriação artística. Revela resistência, ao desmontar formas consagradas. Modalidades eloquentes constituem o alvo: a ópera e a missa. A grandiosidade do palco, com seus excessos, acolhe o drama. O espaço religioso, em iluminação pascal, comemora o mito. As escritoras questionam conceitos. As histórias narram-se, tendo o riso do leitor como resposta cúmplice à intenção das autoras. Há, contudo, mais do que hilaridade. Há uma essência que move o sentimento do destinatário: é a sensibilização pelo trabalho d escrita. A reverência que a arte concede a si mesma. Enquanto os temas são conduzidos à irreverência, o virtuosismo literário presta homenagem à Língua Portuguesa.