Almanach Luso-Africano para 1895

Direção: António Manuel da Costa Teixeira
TítuloAlmanach Luso-Africano para 1895
Local: Coimbra
Edição: Almedina
Data: 2011
ISBN: 978-972-4041-07-0










O “Almanach” é um género cuja história remontará à antiguidade, versando temas civis e religiosos diversificados conforme as necessidades de época.

No caso português, o Almanach perpetuum de A. Zacuto exemplifica, com as suas “Tábuas astronómicas” de navegação, um sentido de utilidade que, com a passagem dos tempos, se enriqueceria, como sugere o lema “Instruir, educar e recrear” do Almanach Luso-Africano. Repartido em “Agenda” e “Miscellanea”, reúne uma larga diversidade de campos de informação útil e de lazer em domínios de índole enciclopédica.

Em “Miscellanea”/colaborações, o vol. de 1895 cinge-se a nomes cabo-verdianos, enquanto o de 1899 já regista a presença de outros espaços de língua portuguesa, facto que permite dizer-se do Almanach Luso-Africano ter sido um caso notável justificado pelo seu sucesso, caso que, com um século de antecedência, colaboraria no que se pode designar hoje de espírito da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).