Professora Annabela Rita recebe distinção em Espanha como especialista e investigadora ao serviço da História das Culturas, Povos e Civilizações
Personalidade destacada  dos estudos literários em Portugal, Annabela de Carvalho Vicente Rita é especialista nos escritores de maior relevo da  Literatura Portuguesa dos últimos dois séculos, em que avultam os seus ensaios inovadores sobre Eça de Queirós, Camilo Castelo Branco, Fernando Pessoa, Agustina Bessa-Luís, Sofia de Melo Breyner,  Casimiro de Brito, Teolinda Gersão, Ana Hatherly, entre outros. O modo fecundo como tem desenvolvido um diálogo original entre os textos literários e o mundo diverso das artes (pintura, cinema, fotografia, etc.), operando uma hermenêutica intertextual e interartes para extrair significados complexos da natural polissemia dos campos simbólicos e da semântica dos ideários subjacentes aos temas de fundo, faz de Annabela Rita uma filósofa da Literatura. A sua sensibilidade para esse inovador diálogo fecundo com mundo da arte é favorecida pelo facto de também praticar como hobbie a pintura, de que já produziu quadros originais de gosto estético contemporâneo, onde a exploração do abstrato se nuancia pelo jogo de cores fortes que traduzem silhuetas, remetendo para universos concretos passíveis de significados complexos. 

Detentora de uma capacidade pedagógica muito apreciada pelos alunos, Annabela Rita é também uma excelente oradora muito solicitada nacional e internacionalmente para fazer conferência sobre os assuntos das sua especialidade. 

Tem acompanhado o seu trabalho docente e de divulgação de conhecimento com significativa produção de reflexão consubstanciada  em livros de ensaios literários e edição de fontes enquadradas criticamente. Alguns dos seus livros e artigos já conhecem projeção internacional, nomeadamente no Brasil e em Itália, onde a sua perspetiva hermenêutica é apreciada. 

A cooperação com instituições académicas internacionais, nomeadamente com a Universidade de Alcalá de Henares e a Universidade Complutense, tem permitido tornar o seu trabalho cada vez mais apreciado internacionalmente.